Projeto ‘Capital dos Biscoutos’ lança trailer do documentário

Projeto ‘Capital dos Biscoutos’ lança trailer do documentário

O projeto “Capital dos Biscoutos” lançou no último final de semana o trailer o filme que conta sobre os Biscoutos Jacarehy. O trailer, com quase 2 minutos de duração, mostra alguns personagens entrevistados, entre eles o produtor musical Jaime Alem e a cantora Nair Cândia.

O trailer está disponível nas redes sociais do projeto e no canal do YouTube. A produção do documentário informou que em breve a data de lançamento será divulgada.

Sobre os Biscoutos
Há muito tempo Jacareí foi conhecida – até mesmo internacionalmente – pelos Biscoutos Jacarehy. As sensações que esse quitute causou por onde passou e as memórias que ficaram em quem viveu a época, estão sendo documentadas em um filme. As gravações ainda estão sendo realizadas e, até o momento, foram ouvidas quatro personagens.

A fama saiu de Jacareí, passou por Mogi das Cruzes e quando chegou à São Paulo caiu nas graças de muitos artistas: Jair Rodrigues, Vanusa, Daniel, a dupla Tonico e Tinoco. Artistas como Mazzaropi, Hebe e Sílvio Santos faziam propaganda nos programas de TV.

A idealizadora do projeto Capital dos Biscoutos acredita que o sucesso foi tão grande pelo fato de serem feitos de forma artesanal. “Portanto, exigiam muita dedicação e afetividade na produção. Desde a criação deles, através do casal Leonor e o Amâncio Dias, até os últimos empregados que passaram pela fábrica, o relato que temos é que o processo não aderiu à industrialização e mantinha uma qualidade muito controlada ”, pontuou Gláucia Faria.

O roteirista e co-diretor, Dannyel Leite, conta que dois personagens que são ex-funcionários da antiga fábrica contaram que o biscoito Flor de Jacareí era o mais famoso e o mais vendido. “Tem uma coisa interessante: o Sr. Armando, que era mestre de massas, falou que a loja da fábrica era um ponto de encontro das famílias de Jacareí, muitos ficavam esperando e escolhiam os biscoitos que iam comprar logo que eles saiam do forno”, destaca.

A produção pretende ir além do registro informativo e histórico. A idealizadora e diretora afirma que a preservação da memória coletiva é o grande motivador do projeto. “Uma cidade é feita de pessoas e suas memórias, para além de ruas e edificações. Manter vivas histórias como a dos Biscoutos de Jacareí é reafirmar nossa identidade e, esperamos que, com o filme, o espectador seja transportado para o período em que a cidade de Jacareí saiu do anonimato e ganhou destaque nacional ”, explica.

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp