Jacareí recebe mostra de documentários com tema ‘moda sustentável’

A seleção de filmes expõe histórias de pessoas envolvidas na cadeia de produção e consumo da moda, suas lutas, sonhos e vitórias.

A mostra gratuita acontece no feriado do dia 15, às 19h, na Sala Mário Lago e apresenta filmes nacionais e internacionais que tocam em questões sociais, ambientais e identitárias, apontando a sustentabilidade e o consumo consciente como um caminho possível para a humanidade, revelando histórias e personagens por trás dos estereótipos. A ação é parte do projeto COMBINA, que une diversas expressões artísticas, moda e sustentabilidade em seus eventos e foi viabilizado pelo ProAc Municípios.

Serão exibidos 6 filmes, dos quais 5 são curtas-metragens, de gênero documentário. Veja a programação:

Santos – Ofício Alfaiate – 8 min – Diretor: Dannyel Leite
Sinopse: A websérie consiste em um registro que proporciona a discussão quanto a importância dos ofícios para a história da cidade e seus moradores. O primeiro episódio da série tem como protagonista Manoel dos Santos, alfaiate com mais de 60 anos de experiência. Ele conta sua história de superação e amor por seu ofício.     

Tecendo a Liberdade – 6 min – Diretores: Luíza Damião e Rafael Frazão | Sinopse: Longe das grandes metrópoles brasileiras, detentas no Centro de Reeducação Feminino de Ananindeua (Pará) criaram a primeira cooperativa exclusivamente formada e administrada por presas, a COOSTAFE. A cooperativa não apenas gera renda para detentas, que de dentro do cárcere podem ajudar a sustentar suas famílias, como dá a elas oportunidade de trabalho após a saída da prisão. Uma verdadeira porta de oportunidades para mulheres que estão à margem da sociedade, e que encontram no artesanato uma fonte de sustento para elas e suas famílias. Tecendo a Liberdade conta a história da COOSTAFE e de Maria Domingas, egressa, que hoje vive dos artesanatos que aprendeu na cooperativa.

Na Pele de Charlotte – 6 min – Diretora: Gláucia Veloso

Sinopse: Personagem do dia-a-dia de Jacareí, a professora Bruna Célis Breve é assunto deste documentário de curta metragem. O filme aborda detalhes da vida de Bruna (também conhecida como Charlotte) com um enredo tocante e delicado, que demonstra a complexidade humana por trás de estereótipos que a sociedade impõe. 

Identidade Parcelada – 9 min – Produtora: Énois 

Sinopse: Uma investigação feita sobre jovens da quebrada por jovens da quebrada e que acabou levantando vários questionamentos sobre nossa própria identidade. Corremos atrás de dois personagens que fogem do estereótipo da cobertura das quebradas na grande mídia: Denis, um jovem evangélico de Americanópolis, zona Sul, cujo estilo passa longe do clichê do paletó e Bíblia na mão; e a Nairobi, uma tombadora, falante e estilosa, da Cidade Tiradentes, zona Leste, que ilustra bem essa nova faceta do movimento negro. Colamos com os dois nos seus rolês, nas suas compras e nas suas casas. Conhecemos suas famílias, seus passados e fomos pedir ajudar pra duas psicanalistas para descobrir como nossas personalidades são influenciadas pelas marcas, pelas famílias, pelo desejo de consumo e pelo desejo de aceitação. 

Unravel – 14 min – Diretora: Meghna Gupta 

Sinopse: Todos os anos toneladas de roupas descartadas no ocidente, são levadas até a Índia, para serem recicladas. Para as mulheres que trabalham nessas grandes fábricas de reciclagem, esse será o contato mais próximo que elas terão com a cultura ocidental. Que Estranha Forma de Vida – 104 min – Diretor: Pedro Serra 

Sinopse: Neste documentário serão abordadas formas de vida paralelas à sociedade como a conhecemos. São projetos alternativos ao sistema que procuram viver em harmonia com a natureza com uma visão do futuro baseado na sustentabilidade. Buscam soluções aos problemas globais, atuando localmente e prometem tornar os atuais paradigmas, obsoletos. (Nudez)

A entrada é gratuita, mas o público pode contribuir com um ingresso solidário de uma peça de roupa ou calçado em bom estado, que será destinado ao bazar da Associação Casa Mãe, que atende gestantes em crise.

O projeto foi aprovado no Concurso: Jacareí Cidade Viva – Cultura que Pulsa, por meio do “Proac Municípios – Jacareí” edição 2019 – Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal de Jacareí e Fundação Cultural De Jacarehy “José Maria de Abreu”.

COMBINA – um projeto cultural que mescla o Consumo Colaborativo e a Economia Criativa, sob a ótica da sustentabilidade na moda. Os três eventos contidos na proposta utilizam a fotografia, o audiovisual e a música como “guias culturais” que convidam a população à reflexão sobre o consumo consciente.

 

Serviço

Dia 15/11 – Mostra Audiovisual

Horário: 19h

Local: Sala Mário Lago, Pátio dos Trilhos, Jacareí/SP

Dia 30/11 – Feira de Trocas

Horário: 16h

Local: Sala Mário Lago, Pátio dos Trilhos, Jacareí/SP

Show com a Banda Tupi di Mim

Horário: 19h

Local: Sala Mário Lago, Pátio dos Trilhos, Jacareí/SP

Contatos de Imprensa

Gláucia Veloso – (12) 98288-7828 – combinaprojeto@gmail.com

(Assessoria/FCJ)

 

 

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp