Zé Maria e Chacrinha dão início à folia na sexta-feira em Jacareí

Com marchinhas, bloco Zé Maria na Folia, homenageia o compositor José Maria de Abreu Crédito: Valter Pereira/PMJ
Com marchinhas, bloco Zé Maria na Folia, homenageia o compositor José Maria de Abreu
Crédito: Valter Pereira/PMJ

Os blocos Chacrinha e Zé Maria na Folia abrem oficialmente o Carnaval de Jacareí nesta sexta-feira (5), a partir das 18h.

O tradicional Bloco Zé Maria inicia a concentração às 19h na Praça do Jardim Liberdade, de onde segue arrastando foliões até o Parque da Cidade.

Este é o quinto ano consecutivo que o bloco anima o Carnaval da cidade. Fundado no final de 2012, o Zé Maria na Folia é uma homenagem a José Maria de Abreu, patrono da Fundação Cultural de Jacarehy, e que além de grande compositor, foi também carnavalesco. No seu acervo de mais de mil músicas, estão as populares marchinhas “Pegando Fogo” e “Onde Está o Dinheiro”, sucesso na voz de Gal Costa.

O bloco tem o objetivo de resgatar as marchinhas e fomentar o nome do patrono da Fundação Cultural. “Muita gente desconhece que José Maria de Abreu foi um grande compositor, além de carnavalesco”, reforça Agnaldo Dias, um dos fundadores do bloco.

Chacrinha – Outra personalidade a ser lembrada no sábado de Carnaval é o apresentador José Abelardo Barbosa de Medeiros, mais conhecido como Chacrinha (1917 – 1988). O Bloco do Chacrinha inicia a concentração às 18h na Praça José Maria de Abreu (Jardim Liberdade) e segue até o Parque da Cidade.

O bloco foi fundado pelo professor de Educação Física Wilians Rufino Matias, 36 anos, inspirado no próprio apelido de infância. “Quando eu tinha uns 10 anos, pedi para minha mãe fazer ‘bigudinho’ nos meus cabelos porque são lisos demais. E quando a turma me viu com aquela cabeleira começou a me chamar de Chacrinha. Eu me diverti com o apelido e até coloquei uma buzina na bicicleta. Aí que o apelido pegou mesmo”, relembra. Em 2013, numa conversa entre amigos, Matias relembrou do apelido que recebeu por causa da semelhança com o apresentador Chacrinha, popular apresentador de rádio e TV entre os anos 50 e 80. “Surgiu então a ideia de fundar o bloco”, diz.

(Rosana Antunes/PMJ)

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp