Ator João Acaiabe participa de oficinas e contação de histórias no fim de semana

O ator João Acaiabe estará em Jacareí no sábado e domingo (dias 4 e 5) para uma oficina com professores e contação de histórias. Os eventos fazem parte do projeto “Mini Shakespeare”, de autoria do grupo Teatro de Ofertantes, e beneficiado pela LIC (Lei de Incentivo à Cultura).

Trabalhos recentes do ator são conhecidos do público infantil. Foto: Divulgação
Trabalhos recentes do ator são conhecidos do público infantil. Foto: Divulgação

No sábado (4), acontece a Oficina de Contação de Histórias, dirigida a professores e arte educadores. O evento acontece das 14h às 18h30 no Galpão 47 do grupo Teatro de Ofertantes – Rua Expedicionário Oscar Palmeira de Abreu, 230, Jardim Paraíso. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (12) 98703-0304.

No domingo (5), às 16 horas, é a vez contação de histórias para as crianças, no EducaMais Jacareí. Os ingressos gratuitos serão distribuídos uma hora antes no local (Av. Davi Monteiro Lino, 3.595).

João Acaiabe é conhecido do público infantil. Ele interpretou o Tio Barnabé, o bom velhinho do Sitio do Picapau Amarelo (na versão de 2001 a 2006), com um repertório imenso de histórias que mexem a com a imaginação da criançada. E também como o simpático e bem-humorado cozinheiro Chico, da novela Chiquititas.

O ator adianta que a contação de histórias é feita de maneira interativa com o público. “Por conta do posicionamento diante das câmeras, me movimento muito no palco, influência da minha experiência na TV. Também uso muito brincadeiras e advinhas, sempre com referências aos livros. É uma preocupação incentivar a leitura, pois a criança que sabe ler adquire conhecimento a todo momento”, destaca.

Para o espetáculo no EducaMais, Acaiabe vai contar com a participação do percussionista baiano Miranda de Amaralina, responsável pela trilha sonora e sonoplastia.

Oficina – Segundo João Acaiabe, a oficina é uma “preparação” para contador de histórias. “Todo mundo conta histórias. O contador já está pronto mas muitas vezes é preciso direcionar. Por isso utilizo exercícios que estimulam a memorização e, principalmente a emoção. Pois se você conta a história com emoção, com sua energia, a criança vai gostar” comenta.

Para ele, a contação de histórias é um importante instrumento que contribui com o trabalho de professores e arte-educadores: “Ajuda na imaginação e na criatividade. Contribui no exercício de falar e ouvir e melhora a relação com outro”. “Além de incentivar a leitura. Nas minhas contações, sempre faço referências aos livros. A criança que houve histórias, rapidamente se interessa pela leitura”, completa.

O projeto – De autoria do diretor Cláudio Koca (do grupo Teatro de Ofertantes), o projeto Mini Shakeaspeare consiste na montagem de três espetáculos para o público infantojuvenil a partir de três obras do dramaturgo inglês William Shakespeare: Otelo, Macbeth e Romeu e Julieta.

O projeto é dividido em três etapas. A primeira, que conta a com a participação do ator João Acaiabe, e a segunda envolvem a realização de oficinas para atores e profissionais da educação. A terceira é a apresentação dos espetáculos, previstos para os domingos de outubro.

Mini Shakespeare é beneficiado pela LIC (Lei de Incentivo à Cultura) da Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu, com o incentivo das empresas Fibria e CCR Nova Dutra.

(Rosana Antunes/PMJ)

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp