Inscrições abertas para a Oficina ‘ A Voz: canto do Corpo’

Fundação Cultural de Jacarehy traz a oficina criativa “A Voz, canto do corpo” da Cia Náufrago, no dia 08 de novembro, das 10h às 13h, na Sala Mário Lago, vagas limitadas.

A oficina criativa, “A Voz, canto do corpo”, ministrada pelo ator Renan Villela trabalha a expressão vocal e a palavra através das técnicas do canto – linha melódica, ritmo, dinâmica. Com o objetivo de expandir as possibilidades de jogos ao se relacionar com a palavra. Para isso utiliza exercícios que conectam a expressão corporal e vocal enquanto poética do corpo, e técnicas do canto – respiração, escuta, emissão. Tem como finalidade o questionamento e a redescoberta da expressão vocal, ampliando suas possibilidades de expressão e comunicação.

Faça sua inscrição Clique Aqui

A Cia. dos Náufragos foi criada em 2012 na cidade de Campinas pelos atores/músicos formados no curso de Arte Cênicas da Unicamp Cristiane Taguchi, Miguel Damha, Renan Villela e Esteban Alvarez. O grupo desenvolve desde sua criação uma pesquisa acerca de dois temas essenciais à visão artística do coletivo: o primeiro é a exploração do teatro de rua não apenas como estética teatral, mas como veículo de militância e difusão cultural. Através da ocupação do espaço público pretendemos nos somar a luta pela acessibilidade, democratização e disseminação do teatro. O segundo tema de pesquisa da companhia é a exploração da música como dramaturgia de cena; ou seja, o uso de canções não apenas como adorno ou pano de fundo da encenação, mas como signo teatral.

Renam Villela é ator, dublador e músico, formado em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas. Como ator destacam-se os trabalhos “Ideias Fora de Lugar” em  2012 com a direção Mateo Bonfitto; a perfomarce “Quem é este Homem Ensanguentado?” em 2012; “Macbeth” em 2012 com direção de Verônica Fabrini; “Assim é (se lhe parece)”, direção Isa Kopelman. Participou, em 2013, da oficina-montagem do espetáculo “Uma Opereta Barata” realizada peça Boa Companhia com direção de Verônica Fabrini. Com a Companhia de teatro Vacas Profanas, do qual é um dos fundadores, apresenta o espetáculo “O Casamento do Pequeno Burguês”, já apresentado no X edição do Feverestival, do Festival Internacional de Teatro do Curitiba, e do Festival Cacilda Becker. Em parceria com a Honesta Cia de teatro apresentou “Antígona” do X Feverestival e no 27o FITUB.

(Assessoria/FCJ Foto Divulgação)

 

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp