Em sua 18ª edição consecutiva, o Festival Callas – Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas será realizado de maneira remota.

Este ano, por consequência da COVID-19, a Cia Ópera São Paulo em comum acordo com a Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Amigos da Arte e da Prefeitura Municipal de Jacareí através da Fundação Cultural de Jacarehy 'José Maria de Abreu' – instituições que patrocinam e apoiam o evento – decidiram realizar a edição 2020 do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas de forma remota neste mês de junho e confiantes que no mês de outubro os vencedores possam se apresentar ao público em São Paulo e Jacareí/SP.

Dois fatos merecem destaque: Primeiro, o empenho de 20 profissionais de vários países que imediatamente aceitaram o convite para integrar o corpo de jurados desta primeira iniciativa em nosso continente e ligada a ópera. Presidido pelo maestro brasileiro Luiz Fernando Malheiro, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera, somado a críticos, cantores de fama incontestável da cena lírica, diretores de revistas especializadas e agentes artísticos, o júri terá membros da Espanha, Itália, França, Inglaterra, Chile, Uruguai, Argentina, México e autoridades brasileiras como o compositor João Guilherme Ripper, presidente da Academia Brasileira de Música e diretor da Sala Cecilia Meireles no Rio de Janeiro.

E o segundo dado é que dos 125 inscritos para o Concurso presencial que aconteceria em abril, 93 candidatos aceitaram a mudança para esta versão remota. Ou seja, 75% de aceitação. Um dado que muito nos orgulha e enaltece ainda mais a seriedade do evento que é reconhecido e considerado internacionalmente, por autoridades e publicações especializadas, como o principal Concurso de Canto Lírico da América Latina. Cantores do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela e alguns latino-americanos que vivem na Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra irão gravar em vídeo suas árias durante as duas fases, eliminatória e final. Os vídeos serão enviados para o júri avaliar e votar, além de serem publicados no Facebook para votação pública que terá um prêmio exclusivo.

Todas as categorias vocais serão premiadas este ano: sopranos, mezzos ou contraltos, tenores, barítonos, baixos ou baixo-barítonos, contratenores ou contraltistas, e o prêmio de público com votação aberta no Facebook, na página da Cia Ópera São Paulo: facebook.com/COSPOficial.

Para Paulo Abrão Esper, Diretor Geral e Artístico da Cia Ópera São Paulo e do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas: “O momento que estamos vivendo nos faz refletir sobre o futuro do nosso projeto e mudanças significativas acontecem este ano e, claro, já pensando na ampliação a partir de 2021. Focaremos em mais espetáculos, palestras, conferências e master classes aos nossos jovens cantores e público em geral.”
 
Datas e Etapas do Concurso:
 
De 14 a 18 de junho de 2020 – Fase Eliminatória
Dia 14 de junho de 2020: Envio dos vídeos aprovados para os jurados assistirem e votarem. Publicação dos vídeos aprovados na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook para início da votação pública da fase Eliminatória.
 
Dia 18 de junho de 2020: Encerramento da votação no Facebook e Jurados.
 
Dia 19 de junho de 2020: Publicação dos Finalistas na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook.
 
De 24 a 26 de junho de 2020 – Fase Final
Dia 24 de junho de 2020: Envio dos vídeos aprovados para os jurados assistirem e votarem. Publicação dos vídeos aprovados na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook para início da votação pública da fase Final.
 
26 de junho de 2020: Encerramento da votação no Facebook e Jurados.
 
Dia 27 de junho de 2020: Publicação dos Vencedores na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook.
 
Jurados
Presidente
Luiz Fernando Malheiro (Brasil)
Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Amazonas Filarmônica, Diretor Artístico do Festival Amazonas de Ópera (FAO)
Vogais
João Guilherme Ripper (Brasil)
Compositor, Maestro, Professor da Escola de Música da UFRJ, Presidente da Academia Brasileira de Música e Diretor da Sala Cecilia Meireles
 
Sabino Lenoci (Itália)
Criador e Editor Chefe da Revista L’Opera International Magazine (Milão), Crítico e Diretor de Concursos Internacionais de Canto
Richard Martet (França)
Redator Chefe da Revista Opera Magazine de Paris, Escritor e Crítico

Fernando Sans (Espanha)
Editor Chefe da Revista Ópera Actual de Barcelona e Crítico
 
Adelia Issa (Brasil)
Soprano com importante carreira nos teatros de ópera e na discografia brasileira
 
João Luis Sampaio (Brasil)
Editor executivo da Revista Concerto, jornalista e crítico musical
 
Jorge Coli (Brasil)
Professor, Crítico Musical e Libretista
 
Verónica Vilarroel (Chile)
Soprano com carreira nos principais teatros de ópera do mundo
 
Silvia Gasset (Espanha)
Presidente da Fundação Jaume Aragall de Barcelona
 
Maria Pia Piscitelli (Itália)
Soprano com carreira nos principais teatros de ópera do mundo
 
Carlos Rauscher (Brasil)
Membro do Conselho Consultivo e do Comitê Artístico da Cultura Artística

Robson Tirotti (Brasil)
Presidente da Amigos Cia Ópera São Paulo
 
José Velasco (Espanha)
Empresário Artístico e Assessor Artístico de teatros de ópera
 
Carlos Aransay (México)
Professor de Canto, Diretor Musical do Concurso Internacional de Trujillo (Peru) e do Coro Madrigal do Teatro Bellas Artes (Cidade do México).
Robert Gilder (Inglaterra)
Empresário Artístico, Robert Gilder & Company

Fabiana Crepaldi (Brasil)
Crítica de Ópera e membro do Conselho da Amigos Cia Ópera São Paulo

Alejandro Chacón (Colômbia)
Diretor Cênico e Assessor Artístico das temporadas líricas do Teatro Mayor Julio Mário Santo Domingo.

Raquel Pierotti (Uruguai)
Mezzo-soprano com carreira nos principais teatros do mundo e Coordenadora Acadêmica da Escola Nacional de Arte Lírica do SODRE .
 
Mário Vivino (Argentina)
Crítico Musical e de ópera, correspondente da Revista Ópera Actual
 
Premiação Oficial
Prêmio Melhor Soprano
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio Melhor Mezzo-soprano ou Contralto
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio Melhor Tenor
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio Melhor Barítono
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio Melhor Baixo ou Baixo-barítono
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio Melhor Contratenor ou Contraltista
R$ 2.000,00 (Dois mil reais)
 
Prêmio “José Esper Netto” (in memoriam) – Melhor Cantor Escolhido pelo Público
R$ 1.000,00 (Um mil reais)
 
(Assessoria/FCJ Foto Divulgação)

Compartilhe com todo mundo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp